Educação de Jumirim Confirma Avanços no IDEB

Nesta segunda-feira (03), o Ministério da Educação divulgou o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) com os números do país, estados e municípios.

O IDEB funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação pela população por meio de dados concretos, com o qual a sociedade pode se mobilizar em busca de melhorias. Para tanto, o IDEB é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.

As metas estabelecidas pelo IDEB, projetadas até 2021, são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, a expectativa para os anos iniciais é alcançar 6,0 (seis) pontos, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

O município de Jumirim, na última edição (2017), alcançou nota 6,9 pontos nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental (4ª série / 5º ano) e nota 5,5 pontos nos Anos Finais do Ensino Fundamental (8ª série / 9º ano), resultado este dentro das expectativas.

Adriana Scudeler Lara, Professora e Supervisora de Ensino da Secretaria de Educação, considera que o IDEB cumpre papel importante na avaliação da qualidade ao sintetizar a proficiência em leitura e matemática dos estudantes. “Ao analisarmos os dados do Ensino Fundamenta I, registramos um avanço de 0,4 pontos em relação a 2015, quando a nota foi de 6,5. Para tal, destacamos algumas ações implementadas, capacitação de docentes, discussão e reflexão do processo de alfabetização em Língua Portuguesa e Matemática, programas que agora apresentam resultados positivos”.

Ressalta, ainda, que o desempenho dos docentes, levantando dados e construindo mapas diagnósticos (sondagens), redimensionados a uma prática reflexiva dos conteúdos, aplicados para desenvolver as habilidades e competências necessárias para a formação de alunos leitores em nosso município, alavancou os indicadores.

A Secretária de Educação, Ana Teresa Cinto Fávero, disse que para gerar resultados na aprendizagem, não basta só divulgar os dados, é preciso estabelecer metas para a equipe pedagógica de como o sistema deve evoluir a cada dois anos. Valorizou, ainda, o aumento do investimento em educação e a criação de programas de assistências, como o de alimentação escolar, material didático e transporte. E parabenizou o empenho e dedicação do sistema municipal de ensino em seu cotidiano, agradecendo docentes e funcionários, por mais esta conquista na educação básica do município.